terça-feira, 11 de março de 2008

Versos de pé quebrado

O meu escrever é triste
o meu viver, cantar

Luz e sombra dentro de mim.

O meu versejar é simples
o meu existir, sonhar

Luz e sombra até o fim.


Andreia Santana

3 comentários:

Matheus disse...

Adorei os versos de pé quebrado de sombra e luz, mamãe!!!!!

Alane disse...

o que seria da vida sem poesia? o que seria da vida sem os sonhos?

carlos santana disse...

interessante. faltava você na poesia.