segunda-feira, 26 de maio de 2008

Maturidade

Meu tempo passou
e dele não me arrependo
Meu tempo é agora
e vivo cada momento

Cada fio de prata
cada linha no semblante
é história, trajetória
de vida próxima, distante

Meu tempo passou
tão depressa, nem senti
Meu tempo é amanhã
já chegou? nem percebi.

2 comentários:

pequenasdigressoes disse...

que lindo... todo tempo é tempo de fazer dele felicidade.

ari donato disse...

Simples e bonitos versos, Andreia.
Mas.....

o tempo, dizem alguns, você faz...
A hora, canta o poeta, você sabe.
Mas, amiga, sem mais momento em mim
e há muito à espera do acontecer,
de que me vale, então, esta paz
de dias mornos e noites insones,
a riscar o calendário, enfim?