sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Baladinha de Morpheu

Para Matheus

Colherei da árvore dos teus sonhos e os guardarei em um cesto de vime, embaixo daquele pé de abacate. Um dia, quando for grande e no cesto teus sonhos não mais couberem, e o pé de abacate já não existir;lembrarás da tarde em que juntos rimos de cada sonho, espiando ansiosos pela fresta na tampa de vime, temerosos e à espreita, para não deixar nenhum sonho fugir.

3 comentários:

pequenasdigressoes disse...

Lindo. Beleza daquelas de arrepiar os pelinhos dos braços...
Alane.

Andreia Santana disse...

coisa de mãe coruja que fica suspirando ao ver o filho dormir...

SnakyTheu disse...

eu não entendi muito bem, mas adorei! O texto é lindo!!!!