domingo, 16 de março de 2008

Quintaneando

Quem lê poesia não sabe
que no papel não cabe
o medo das letras.

2 comentários:

Matheus disse...

Esse tb eh bonito.

Alane disse...

Me senti aos 16 anos, deitada na cama, com um caderninho pequeno de folhas coloridas, deixando os sentimentos expandirem dos dedos...